Nova droga faz carne e tecidos dos usuários apodrecerem

Fonte: UOL

Uma droga mortal, que apodrece a carne dos usuários e mata a maioria dos viciados dentro de um ano, está se espalhando pela Europa. Batizada de Krokodil, ela tem origem russa e tem sido muito consumida na Alemanha, onde várias mortes já foram atribuídas ao uso da droga. 

Apelidada de “a droga que come junkies” e faz referência aos crocodilos, pois deixa a pele dos usuários escamosa antes de apodrece-la por dentro, causando graves danos ao tecido, provocando feridas gangrenosas que chegam a deixar os ossos à mostra. A situação é tão grave, que é necessário amputar o membro antes que seja tarde demais. 

Mesmo com a amputação, a expectativa de vida para os viciados nesta nova droga é de no máximo dois a três anos, segundo informações da revista Time.

O composto químico do krokodil é uma coquetel de analgésicos, diluídos em ácido e fósforo – em alguns casos, até gasolina é adicionada à mistura – resultando numa combinação extremamente viciante. 

Por cerca de 4 libras (ou R$ 11) é possível obter uma injeção da droga, que acaba sendo muito mais barata e potente que a heroína. 

As imagens que circulam pela rede com fotos de usuários com membros em decomposição são assustadoras. Não se sabe se todas são 100% reais, mas alguns vídeos, como este abaixo, mostram melhor o que acontece. Veja!

Anúncios